O primeiro jogo entre Athletico e Internacional pela final da Copa do Brasil vai bloquear o trânsito em diversas ruas na região próxima à Arena da Baixada, no bairro Água Verde, em Curitiba, a partir da tarde desta quarta-feira (11). Embora a partida esteja marcada para começar às 21h30, as alterações nas ruas próximas ao estádio começam já às 16h30.

Os bloqueios serão realizados pelo Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPtran) para garantir a segurança no acesso dos torcedores. De acordo com a corporação, essas interdições devem ser feitas nos seguintes cruzamentos:

bloqueios-perto-da-arena

– Avenida Getúlio Vargas X Rua Coronel Dulcídio
– Avenida Getúlio Vargas X Rua Buenos Aires
– Rua Engenheiro Rebouças X Rua Brigadeiro Franco
– Rua Brasílio Itiberê X Rua Doutor Pedro Augusto Menna Barreto Monclaro
– Rua Brasílio Itiberê X Rua Buenos Aires
– Rua Brasílio Itiberê X Rua Coronel Dulcídio
– Rua Petit Carneiro X Rua Alferes Ângelo Sampaio

+Leia também: Curitiba terá arranha-céu de luxo, com jardins verticais e vista para o Parque Barigui

Embora a interdição aconteça somente nas ruas que ficam em volta da Arena, a recomendação é que os motoristas procurem rotas alternativas, já que a previsão é de fluxo intenso também em vias próximas. Segundo a PM, a estimativa é que o fluxo seja liberado somente após as 19h30, quando outros cruzamentos serão fechados para o acesso das delegações. São elas:

– Rua Baltazar Carrasco dos Reis X Rua Coronel Dulcídio
– Rua Baltazar Carrasco dos Reis X Rua Madre Maria dos Reis
– Rua Baltazar Carrasco dos Reis X Rua Doutor Pedro Augusto Menna Barreto Monclaro

+Leia também: GM ganha novo comandante após despedida de Odgar, que saiu na Tribuna desta semana

Reforço policial

Além das interdições, a PM vai ainda reforçar o policiamento em toda a cidade para garantir a segurança durante o período do jogo. A corporação informou que todos os batalhões da capital vão destacar parte do efetivo para garantir a ordem tanto nas proximidades do estádio quanto em outros pontos considerados estratégicos e no deslocamento das torcidas. Equipes do Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (Bope) e da Cavalaria vão ajudar na operação. A PM não divulgou o tamanho do efetivo dedicado ao jogo.

Varal à venda vira ação social e conquista vizinhança de Curitiba