enkontra.com
Fechar busca

Curitiba e Região

Três feridos

Viatura do Siate a caminho de grave acidente é atingida por trem e arrastada por 50 metros

A equipe estava indo para um acidente também no Cajuru, onde um jovem que estava em uma moto não resistiu.

  • Por Lucas Sarzi
Viatura do Siate foi arrastada por cerca de 50 metros pelo trem. Foto: Reprodução/Tony Mattoso/RPC.
Viatura do Siate foi arrastada por cerca de 50 metros pelo trem. Foto: Reprodução/Tony Mattoso/RPC.

Três socorristas do Siate que seguiam para atender a um acidente grave no bairro Cajuru, em Curitiba, se envolveram num acidente com um trem na noite desta terça-feira (12) no mesmo bairro. A colisão deixou todos os ocupantes, um médico, uma enfermeira e o motorista, feridos. A viatura, uma caminhonete Amarok, chegou a ser arrastada por 50 metros.

A colisão aconteceu quase no final da noite e faltava poucos quilômetros para que a equipe chegasse ao local do acidente entre um carro e uma motocicleta com um adolescente gravemente ferido. No cruzamento da linha do trem com a Rua Sebastião Marcos Luiz, o acidente com a viatura acabou acontecendo.

Com o impacto, o trem arrastou a caminhonete de apoio médico do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). O acidente só não foi mais grave, porque o trem estava descarregado e o maquinista conseguiu frear a composição. Os três feridos foram encaminhados ao Hospital Cajuru e, apesar de dois deles terem sido atingidos de forma mais grave, nenhum corria risco de morte.

Primeiro acidente deixou um jovem morto. Foto: Reprodução/RPC.

Primeiro acidente deixou um jovem morto. Foto: Reprodução/RPC.

Acidente fatal

A equipe estava em deslocamento para atender um acidente entre um carro e uma moto no cruzamento da Rua João Tobias de Paiva Netto com a Rutildo Pulido, também no Cajuru.

No acidente, um rapaz de 17 anos, que estava em uma moto, morreu ao perder o controle e colidir contra um poste. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba.

Terra de ninguém!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

6 Comentários em "Viatura do Siate a caminho de grave acidente é atingida por trem e arrastada por 50 metros"


Marclawyer 1970
Marclawyer 1970
2 meses 5 dias atrás

Hub ferroviário dentro de cidades, só no Brasil mesmo. Quem já foi para a Europa sabe que as estações são todas fora das cidades, e a chegada se faz por ônibus ou metrô (como em Londres e Paris). Os trens são lentos, o que faz com que muitos achem que “dá tempo para passar”. Mas às vezes não dá…

Chico Cunha
Chico Cunha
2 meses 5 dias atrás

Está equivocado meu caro. As estações de trem nas cidades que vc citou são bem centrais, aliás como na maioria das cidades onde se utiliza trens como transporte urbano e interurbano.

Kanibal
Kanibal
2 meses 5 dias atrás

O único problema é que a grande maioria das ferrovias realmente ficavam fora das cidades, mas com o crescimento urbano e as pavimentações das rodovias federais e estaduais, lá pros idos de 1960 e 1970, as ferrovias acabaram sendo “engolidas” pelas cidades.

Xavier
Xavier
2 meses 5 dias atrás

Como é que esses motoristas desta cidade conseguem bater num trem?????????

Soldado Universal
Soldado Universal
2 meses 5 dias atrás

uma viatura estando em atendimento emergencial não anda como um veiculo comum, logo esta mais sujeita a acidentes com certeza…

Paulo Ricardo
Paulo Ricardo
2 meses 5 dias atrás

Pra responder essa pergunta só com um estudo científico profundo, pois não tem muita explicação.

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas