Funcionários de uma empresa de reciclagem encontraram um homem morto no Rio Formosa, assim que chegaram para trabalhar, por volta de 8h40 de ontem. O cadáver estava na esquina entre as ruas Coronel Herculano de Araújo e Madalena Taborda Ribas, Vila Formosa, no Novo Mundo.

A vítima, que não portava documentos, tinha as pernas amarradas por um fio de luz branco, e o pescoço enrolado em um cadarço. Ele tinha ferimentos na cabeça e nas costas que, de acordo com o Instituto de Criminalística, podem ter sido produzidos por um facão.

Próximo ao corpo havia um lençol e vários sacos de lixo. De acordo com policiais militares do 13.º Batalhão, a impressão era que a vítima foi morta em outro lugar e jogada no rio.

Características

O homem aparentava ter 40 anos e vestia calça jeans e blusa laranja, com os dizeres “Hard Rock”. Ele tinha um anjo tatuado nas costas e, logo abaixo, o nome “Karolayen”. Uma equipe da Delegacia de Homicídios esteve no local e aguarda a identificação da vítima para prosseguir com as investigações.