Christiane Yared, mãe de Gilmar Rafael Yared, uma das vítimas fatais do acidente envolvendo o ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho em maio de 2009, afirmou que o ex-deputado está perdoado. “A sentença dele tem prazo de validade, mas a minha não”, disse Yared na entrada do Tribunal do Juri para o segundo dia de julgamento.

“Foi muito difícil a hora em que o Carli Filho virou e nos pediu desculpas. Ele devia ter pedido perdão. Ele tá perdoado, ele vai continuar a vida dele, mas a minha sentença é eterna”, frisou Yared.

Ao ser questionada sobre um possível pedido de perdão por parte do deputado logo após o acidente, a mãe de Gilmar afirmou que tudo poderia estar diferente. “Se ele tivesse pedido perdão logo após o acidente a situação seria completamente diferente. Hoje eu não estaria deputada, nem no Tribunal do Juri em uma discussão envolvendo um pais inteiro. Mas vejo que com esse julgamento muitas famílias terão uma jurisprudência que será aberta sobre crimes de trânsito. Elas terão a oportunidade de ter um júri popular para suas causas”, disse.

De olho no julgamento

A Tribuna está fazendo a cobertura completa do julgamento de Carli Filho diretamente do Tribunal do Júri. Nossa equipe está fazendo lives no Facebook a cada meia hora com as informações mais quentes do momento. Confira a página da Tribuna no Facebook para ficar sempre bem informado!

Pesado

Questionada sobre os trâmites do julgamento, Christiane Yared, que também é deputada federal, afirmou que o segundo dia promete ser ainda mais pesado que o primeiro. “Só espero que deus nos dê condições e forças para aguentar. Sabemos que Deus tem misericórdia para podermos nos sustentar”, disse. Nesta quarta-feira, segundo Yared, o foco será mostrar que o carro de Carli Filho voou e caiu em cima do carro dos meninos. “O estrago que ele fez não foi no carro, foi em nossas vidas”, disse.

Siga em tempo real o julgamento de Carli Filho!

No primeiro dia as fotos do acidente foram mostradas para o júri, o que deixou Yared bastante abalada. “O que aconteceu com os meninos foi algo desumano. Os próprios advogados pediram desculpas, mas eles tiveram que mostrar o que aconteceu. O mais forte foi a imagem da cabeça do meu filho em cima dos joelhos dele”, relembrou.

Christiane Yared recebeu apoio de outras famílias que perderam entes queridos em acidentes de trânsito. Foto: Gerson Klaina.
Christiane Yared recebeu apoio de outras famílias que perderam entes queridos em acidentes de trânsito. Foto: Gerson Klaina.

 

Condenado por homicídio com dolo eventual, Carli Filho não sai preso do Tribunal do Júri