Os fãs do piloto Ayrton Senna terão, de 8 a 20 de agosto, a oportunidade de
serem fotografados com o capacete do ídolo em uma exposição que será
realizada na Praça Central do ParkShopping Barigüi. O Instituto Ayrton
Senna, em parceria com o shopping e a HP, inaugura nesta data o Espaço
Multimídia Instituto Ayrton Senna. Nele, os admiradores do tricampeão terão
a oportunidade de conhecer o trabalho do Instituto e de também abraçarem a
sua causa, tirando uma foto com o capacete do Senna, mediante doação mínima
de R$ 10. A foto será impressa na hora, no formato 10×15, e o valor
arrecadado será revertido para os programas educacionais do Instituto Ayrton
Senna.

Um dos principais destaques do Espaço será a exposição de seis capacetes do
piloto, que contam sua trajetória no automobilismo nacional e internacional
e representam as oportunidades que Senna teve para se tornar um campeão.
Entre eles está o que Ayrton usou em 1988, quando conquistou seu primeiro
Campeonato Mundial. O público também poderá apreciar outros capacetes
emblemáticos, como o do ano de seu terceiro campeonato (1991), o da sua
primeira vitória no GP de Mônaco (1987) e o capacete usado no GP do Brasil,
em 1994. Complementam a série, os utilizados pelo piloto em Donington (1993)
e o da sua primeira vitória no GP de Portugal, em 1985.

"Ayrton foi um vencedor porque teve oportunidade e soube fazer suas
escolhas. O Instituto trabalha para proporcionar educação de qualidade às
crianças e jovens brasileiros, para que também tenham oportunidade e possam
construir um país melhor", diz Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton
Senna.

Diversas personalidades já aderiram à causa e abraçaram o capacete, como
Michael Schumacher, Gerhard Berger, Malu Mader, Christiane Torloni, Patrícia
Pillar, Antonio Fagundes e Ronaldo Fenômeno. Painéis com estas imagens
poderão ser vistos na exposição, que também contará com fotos de Ayrton
Senna. O capacete é o ícone da campanha "Todo mundo tem potencial para ser
um vencedor", criada pela Giovanni, FCB para o Instituto.

Crianças atendidas no Programa Educação pelo Esporte, desenvolvido pelo
Instituto Ayrton Senna em aliança com a Audi, farão a abertura da exposição.
Estas crianças fazem parte do Projeto Gralha Azul, que acontece no horário
alternado ao da escola, no campus da Universidade Federal do Paraná, em
Curitiba. O programa Educação pelo Esporte acontece em 14 universidades em
todo o Brasil e tem como objetivo promover o desenvolvimento humano de
crianças e jovens por meio do esporte. Desde sua criação, em 1997, já
atendeu mais de 80 mil crianças em todo o País.

Sobre o Instituto Ayrton Senna

O Instituto Ayrton Senna atua desde 1994 com programas educacionais que já
atenderam 6.545.794 crianças e jovens, em 25 estados brasileiros, com
343.420 educadores capacitados de 12.035 organizações parceiras
(organizações não-governamentais, escolas e universidades). É a única
organização não-governamental no mundo a conquistar o título de Cátedra em
Educação e Desenvolvimento Humano, da rede de cátedras da UNESCO. Para mais
informações sobre o Instituto Ayrton Senna, acesse www.senna.org.br.