O Ministério da Cultura retirou hoje o artigo 8º e modificou vários outros do anteprojeto de lei que cria a Agência Nacional do Cinema e do Audiovisual (Ancinav). Os textos eram sobre as responsabilidades da futura agência.

Segundo o secretário do Audiovisual, Orlando Senna, o objetivo das mudanças é deixar claro que a Ancinav irá apenas regular e fiscalizar as indústrias de cinema e do audiovisual, sem ter o poder de planejar, administrar ou interferir no conteúdo das obras.

Este ainda não é o texto final do projeto de lei. A próxima reunião do conselho será no dia 14 de setembro, quando começarão a ser discutidas as sugestões feitas pela sociedade civil.