Cruzeiro-MG e Atlético-PR fazem um jogo neste sábado, às 16horas, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, que é uma verdadeira decisão pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Ninguém pode perder e mesmo um empate é mau negócio para as duas equipes, que estão em situação de desespero.

Os dois clubes lutam para estarem entre oito que vão disputar a segunda fase da competição. O Cruzeiro persegue um título brasileio, que nunca conquistou, e o Atlético busca a oportunidade de tentar o bicampeonato uma vez que foi campeão no ano passado.


Os dois times estão quase juntos na classificação. O Atlético, depois de ficar algumas rodadas entre os primeiros colocados do campeonato, caiu de produção, trocou de técnico – demitiu Gilson Nunes e contratou Abel Braga – e agora está na 13ª colocação, com 31 pontos ganhos em 23 jogos.

A equipe comandada pelo ex-técnico da Seleção Brasileira, Vanderlei Luxemburgo, esteve sempre em posição bem distante e contrária à do adversário. Ficou durante algumas rodadas entre os últimos colocados, cresceu na competição e agora está com chances matemáticas de se classificar. A equipe mineira está uma posição na tabela abaixo do último campeão brasileiro. É o 14º colocado e tem 30 pontos ganhos em 22 jogos, portanto, uma partida a menos que o Atlético.

Os dois treinadores estão com muitos problemas para escalarem suas equipes que deverão entrar em campo bem desfalcadas. No Cruzeiro, Luxemburgo terá de escalar praticamente todo o meio campo reserva. Ele perdeu o volante Fernando Miguel, que sofreu fratura no tornozelo direito na última partida e está fora do campeonato, e o outro volante Paulo Miranda e o meia Alex, suspensos por terceiro cartão amarelo.

Além do lateral-esquerdo Leandro, também suspenso por terceiro cartão. Vanderlei não definiu se escala o time no esquema tático 4-4-2 ou 3-5-2. O mais provável é que ele mude para o 3-5-2, tal é a sua disposição de tornar a equipe mais ofensiva. O treinador declarou que seu time precisa vencer e prometeu acuar o adversário desde o início da partida.

Para a vaga de Leandro, Luxemburgo escalou Rondinelli. As vagas do meio campo de verão ser ocupadas por Wendell, e Jussiê ou Marcelo. Com o possível aproveitamento de Jussiê ou Marcelo na meia, ele tem dúvida entre os dois para escolher um que formará a dupla de ataque com Fábio Júnior. Optando pelo 3-5-2, Marcelo Batatais deve entrar na zaga ao lado de Cris e Luisão. Se resolver lançar mão do 4-4-2, o técnico deverá entrar com Marcelo ou Jussiê na meia, deixando de lado o zagueiro Marcelo Batatais, ficando ainda a dúvida sobre o companheiro de Fábio Júnior: Marcelo, Jussiê ou Alessandro.

O técnico Abel Braga, da equipe paranaense, também perdeu jogadores importantes no seu esquema tático: o volante Cocito e o meia Adriano não jogar. Cocito tem um problema muscular na coxa direita e Adriano foi expulso no último jogo, contra o Paysandu, e cumprirá suspensão autmática. Abel também não confirmou o time, mas tudo indica que ele escalará Alan Bahia no lugar de Cocito e escolherá entre Rodrigo, Preto e David o substituto de Adriano.
 
FICHA TÉCNICA
CRUZEIR0-MG X ATLETICO-PR

Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Data-Hora: 9/11 – 16h
Árbitro: Romildo Correia (SP)
Auxiliares: Adriano Lucas (SP) e Nelson Gois (SP)

CRUZEIRO: Gomes, Cris, Luisão e Marcelo Batataes (Jussiê ou Marcelo); Rui, Augusto Recife, Quintana, Wendell e Rondinelli; Marcelo (Alessandro ou Jussiê) e Fábio Júnior – Técnico: Vanderlei Luxemburgo
ATLÉTICO: Flávio; Alessandro, Wellington Paulo, Rogério Correia e Fabrício; Douglas Silva, AlanBahia, Kléberson e Rodrigo (Preto ou David); Alex Mineiro e Dagoberto – Técnico: Abel Braga. (Lancepress!)