A crise da Parmalat preocupa, mas até o momento não atingiu os produtores paranaenses que fornecem leite para a Batávia, indústria de laticínios do grupo italiano instalada em Carambeí. ?No Paraná, até agora não temos problemas de atraso nos pagamentos e dívidas?, informa Wilson Thiesen, presidente do Sindileite (Sindicato da Indústria e Latícinios e Derivados do Paraná) e do Conseleite (Conselho Paritário Indústria/Produtores de Leite do Paraná).

Ele destaca também que existe o compromisso da Batávia de liquidar nesta sexta-feira o pagamento mensal aos fornecedores de leite, relativo ao mês de dezembro do ano passado. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)