Iago Silva, de 6 anos, morreu, na tarde de ontem, na região da Penha, subúrbio da zona norte da capital fluminense, ao ser atingido por um tiro na cabeça. A polícia investiga o assassinato e acredita que o disparo foi dado por um bandido, que ainda não foi identificado.

O menino brincava na porta de casa, na Rua Jaci, na localidade conhecida como "Caracol", na Favela de Vila Cruzeiro, quando foi atingido na cabeça. Ele foi encaminhado ao Hospital Getúlio Vargas e transferido para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo moradores da comunidade, não ocorria nenhuma operação policial na favela no momento em que Iago foi baleado. O caso foi registrado no 22º Distrito Policial, da Penha.