O ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, disse que o crescimento de 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do país no primeiro trimestre do ano, em comparação com igual período do ano passado, já estava dentro da expectativa do governo.

“O governo tinha confiança no que estava fazendo e os resultados estão aí. O crescimento do PIB reflete exatamente isso”, afirmou Dirceu.

O ministro acredita que os resultados ajudam o Brasil a ter confiança. “Espero que os empresários invistam mais agora, que melhore a distribuição de renda e que o desemprego diminua”.

Dirceu espera que o governo consiga aprovar logo no Congresso Nacional medidas como a Lei de Falências, a legislação sobre o setor imobiliário e o projeto da Parceria Público Privada (PPP).

“Com isso, esperamos que os investimentos cresçam na área de infra-estrutura. Esses investimentos poderão, não só melhorar a infra-estrutura do país, como viabilizar o início de um ciclo de crescimento sustentado. O Brasil precisa crescer de 5% a 7% ao ano. Precisamos criar empregos no país. Acredito que estamos criando as condições para isto. O presidente está na direção certa”, afirmou Dirceu.

O ministro fez as declarações no Museu da República durante o lançamento do projeto “Memória do Movimento Estudantil”.