O deputado José Mentor (PT-SP), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Banestado, que investiga casos de evasão de divisas do país, ainda espera que o relatório final ainda seja votado antes do prazo final no próximo domingo.

O relatório final tem pedido de indiciamento de 91 pessoas e foi entregue nesta quinta-feira ao presidente da Câmara, Severeno Cavalcanti (PP-PE), e ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL).

A última verão do relatório incorpora sugestões de parlamentares. De acordo com José Mentor, 50 sugestões foram feitas integralmente e sete delas parciamente. Mentor acrescentou que as informações referentes a 66 pessoas jurídicas e 41 físicas, entre elas três deputados e um senador, foram encaminhadas ao Ministério Público e às Corregedorias das casas legislativas para maior aprofundamento.

Caso o relatório não seja votado até domingo (27), a CPMI do Banestado pode não ter documento conclusivo. O relator José Mentor afirmou que, caso isso aconteça, entregará o resultado das investigações para o Ministério Público Federal, Ministério Público Estadual, Polícia Federal e Receita Federal.