A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas realiza reunião administrativa amanhã para analisar mais de 200 requerimentos. Entre eles, há pedidos de quebra de sigilo telefônico e bancário de envolvidos com a "máfia das ambulâncias" e a convocação de testemunhas.

A reunião marcada para a última quarta-feira (4) foi cancelada por falta de quorum. Por isso, o presidente da CPMI, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), fez um apelo para o comparecimento dos parlamentares amanhã. "Espero que os líderes se mobilizem para garantir o quorum", afirmou, lembrando que é necessário quorum qualificado para votar os requerimentos em pauta.