A Comissão Parlamentar de Inquérito Mista do Banestado no Congresso Nacional reúne-se amanhã para ouvir os depoimentos de quatro ex-funcionários do banco: Eraldo Ferreira, Ricardo Franczyk, Valdir Antônio Perin e Valderi Werle, lotados nas agências de Curitiba (PR), Ilhas Cayman, Nova York (EUA) e Foz do Iguaçu (PR), respectivamente.

Em requerimento para a convocação de Eraldo Ferreira, o presidente da CPI, senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT), e o relator, deputado José Mentor (PT-SP), lembram que a comissão foi criada para investigar a evasão de divisas, com destaque para as operações realizadas a partir de Foz do Iguaçu, por agências dos bancos Real, Banco do Brasil, Banestado, Araucária e Bemge, que receberam autorizações especiais do Banco Central para acolherem depósitos em espécie, sem identificação de origem, visando à conversão em moeda estrangeira para remessas ao exterior. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)