O presidente da CPI dos Sanguessugas, Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), tentará votar nesta terça-feira (10) 170 requerimentos que estão à espera de análise desde o início da campanha eleitoral. Os requerimentos prevêem a convocação de envolvidos no escândalo do dossiê contra candidatos do PSDB, além dos ex-ministros da Saúde Humberto Costa (PT), José Serra (PSDB), Barjas Negri (PSDB) e Saraiva Felipe (PMDB). Na semana passada, os requerimentos não foram votados por falta de quorum.

Entre os requerimentos à espera de votação estão a convocação de cinco envolvidos no escândalo do dossiê contra tucanos: o advogado Gedimar Passos; o empresário Valdebran Padilha; o ex-coordenador de comunicação da campanha do senador Aloizio Mercadante (PT) ao governo de São Paulo, Hamilton Lacerda; o ex-assessor da Presidência da República Freud Godoy; e o ex-secretário de Relações do Trabalho do Ministério do Trabalho Oswaldo Bargas. Há também requerimento de convocação do empresário Abel Pereira, que supostamente tinha ligação com o ex-ministro Barjas Negri.

Na pauta de reunião, os integrantes da CPI também pretendem votar requerimentos com o pedido de quebra de sigilos bancário, fiscal e telefônico de envolvidos com a máfia das ambulâncias e na suposta confecção de dossiê contra candidatos tucanos.