O relatório final da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios deve ser apresentado amanhã (21). O documento inclui pareceres das cinco sub-relatorias que participam das investigações: Fundos de Pensão, Instituto de Resseguros do Brasil (IRB), Normas de Combate à Corrupção, Contratos e Fontes Financeiras.

Na sexta-feira, o relator da CPMI, deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), disse que vai pedir o indiciamento de mais de 100 pessoas. Entre elas estão os ex-ministros José Dirceu e Luiz Gushiken. Os assessores de parlamentares que sacaram dinheiro do Banco Rural no esquema conhecido como "valerioduto" também terão o indiciamento pedido.

Depois da conclusão do documento final, os integrantes da CPMI têm prazo de uma semana para debates e pedidos de vistas e mais uma semana para votar o relatório. Mesmo com a apresentação do relatório, a sub-relatoria de Normas de Combate à Corrupção ainda fará audiência na quarta-feira para ouvir Pierre Martel, do escritório de integridade da função pública do Canadá. As informações são do site da Agência Brasil.