Brasília – O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Bingos, senador Efraim Morais (PFL-PB), informou que para a próxima semana estão agendados os depoimentos do chefe de gabinete do ministro da Fazenda, Juscelino Dourado, na terça-feira (30), e de José Francisco Daniel, irmão do prefeito assassinado de Santo André, Celso Daniel, na quinta-feira (1º/9).

Após o depoimento, hoje (25), do advogado Rogério Buratti, Morais disse que ainda é cedo para se falar a respeito de uma convocação do ministro da Fazenda, Antonio Palocci, para depor na CPI. "Não posso fazer julgamentos, temos que analisar o depoimento do Burati e na semana que vem, ou na próxima, votar o requerimento de convocação do ministro", afirmou o senador. Esse requerimento foi apresentado à CPI pelo senador Geraldo Mesquita Jr. (Psol-AC).

Efraim Moraes também descartou, por enquanto, qualquer possibilidade de acareação entre Buratti e Palocci. E acrescentou que a CPI tem que seguir "um raciocínio lógico para não atirar em quem não tem nada a ver com a história". Ele ressaltou que a comissão ainda tem que esclarecer o acordo entre a empresa americana GTech, a Caixa Econômica Federal (CEF) e membros do governo, na tentativa de renovação de contrato para processamento de jogos lotéricos.