A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga a compra de voto de parlamentares toma hoje mais dois depoimentos, às 11h30, no Senado (sala 6 ala senador Nilo Coelho). Serão ouvidos o deputado Pedro Corrêa (PP-PE) e o ex-assessor parlamentar do PP na Câmara, João Cláudio Genu. Corrêa teria recebido dinheiro do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, apontado como um dos operadores do suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares. Já o assessor do PP (Genu) aparece na lista das pessoas que sacaram dinheiro das contas de Valério.