Brasília – O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Maurício Corrêa, disse hoje que as mudanças constitucionais que estão sendo anunciadas e que devem ser votadas este ano ?não serão suficientes para atender à legítima demanda que a sociedade exige do Judiciário, para superar o obsoleto e emperrado mecanismo do aparelho judiciário?.

Maurício Corrêa defendeu durante a abertura dos trabalhos legislativos, no Senado, uma reformulação das leis processuais. Para ele, a impunidade penal e a demora no julgamento dos processos têm como causa ?a exagerada e extravagante variedade de recursos que podem perfeitamente ser reduzidos sem causar o menor dano à parte?.

O presidente do STF será ouvido amanhã pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado sobre a reforma do Judiciário.