Gustavo Nery chutou na saída
de Fernando, marcando o
segundo gol do São Paulo.

Tinha tudo para ser um Dia das Mães feliz para torcida do Coritiba. Com o tempo bom, apesar do frio, mais de 16 mil torcedores foram ao estádio Couto Pereira para empurrar o Coxa para cima do São Paulo. O alviverde paranaense vinha mordido com os problemas extra-campo, que resultaram na perda de seis pontos, jogando o time para a última colocação. A promessa era de um bom jogo para o time paranaense.

O jogo começou quente. O São Paulo, líder do campeonato, foi para cima dos donos da casa e a um minuto de jogo, quase abrem o marcador, após uma falha do goleiro Fernando. O Coritiba respondeu logo em seguida com Igor, que cruzou com perigo na área, mas ninguém aproveitou.

O jogo seguia equilibrado, até que aos 22 minutos a zaga do Coxa, em homenagem ao Dia das Mães, resolveu ser uma para o ataque do Tricolor paulista. Luís Fabiano recebeu um belo passe de Cicinho e chegou na cara do goleiro Fernando. O craque teve tempo de escolher o canto e abrir o marcador.

O gol desnorteou o Coxa. Logo em seguida, Gustavo Nery, Marquinhos e Cicinho fizeram uma linda tabela. A zaga mais uma vez cochilou e Gustavo Nery ficou cara-a-cara com Fernando, que não pôde evitar o segundo gol dos paulistas.

O ataque do Coritiba resumia-se a chutes de longa distância, sem muita objetividade.  Além da “síndrome de mãe” da zaga alviverde, as ausências dos atacantes Aristizábal, Tuta e Luís Mário, e do lateral-esquerdo Adriano, foram prejudiciais à equipe. O São Paulo seguiu atacando com perigo, mas o placar do primeiro tempo foi mesmo de Coritiba 0x2 São Paulo

Segundo tempo

O técnico do Coxa, Antonio Lopes, voltou com o time diferente na segunda etapa. Ataliba e Rodrigo Batata, que não vinham jogando bem, foram substituídos por Márcio Egídio e Josafá, respectivamente, para dar novo fôlego para equipe.

E deu certo. O time paranaense voltou muito mais vivo para etapa complementar. Logo aos quatro minutos, o Verdão diminui com Jucemar, numa cobrança de falta perfeita, sem chances para o goleiro Rogério Ceni. O gol colocou o alviverde de novo no jogo, que começou a sufocar o adversário.

Aos 30 minutos, o Coritiba armou um bom contra-ataque, pegando a defesa paulista desatenta. Eram quatro jogadores do Coxa contra dois do São Paulo, mas Capixaba, tentando resolver a jogada sozinho, chutou para longe do gol.

O Tricolor paulista ainda teve mais duas boas chances de ampliar o marcador no fim do jogo. Primeiro com Marquinhos, que de frente para o gol chutou por cima. Depois com Cicinho, com um chute que passou rente à trave de Fernando.

Mas ficou nisso. Apesar de ter feito um bom segundo tempo, o resultado foi justo para o time visitante, que é líder isolado do Brasileiro. O Coxa pega a Ponte Preta, no Moisés Lucarelli, em Campinas, precisando vencer para sair da incômoda lanterna do campeonato.