O ministro do Trabalho, Ricardo Berzoini, disse hoje que neste ano foram recuperados 70 mil empregos na construção civil, 20 mil a mais do que foi perdido no ano passado (50 mil). Segundo ele, o governo assumiu com o setor o compromisso de ampliar o orçamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço para investir na construção civil.

A afirmação foi feita a propósito de estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), segundo o qual os gastos do governo anterior com construção pesada tiveram queda de 10%, com redução de empregos no setor. Berzoini deu entrevista coletiva em São Paulo, depois de palestra na Associação de Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADMB).

Segundo o ministro, no ano passado, os recursos do FGTS destinados ao setor tiveram aumernto de 33% e foram quase totalmente repassados, o que não acontecia antes. “Este ano, estamos com orçamento recorde de R$ 7,5 bilhões para habitação, saneamento e infra-estrutura urbana?, disse.

Berzoini ressaltou que existe um programa de recuperação da malha rodoviária, em fase final de contratação e início de execução, que vai refletir na necessidade de contratação do setor. ?São mais de sete mil quilômetros de estradas que serão restauradas, praticamente reconstruídas, porque estão muito ruins. Tudo isso vai gerar um impacto muito importante na construção civil?, avaliou o ministro.