O Conselho Nacional de Biotecnologia (CNB) aprovou nesta terça-feira (12) por 7 votos a 4 a liberação comercial de duas variedades de milho transgênico que já haviam sido liberadas pela Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio).

A CTNBio havia aprovado no ano passado variedades transgênicas de milho da Bayer e da Syngenta. Entretanto, as sementes não foram liberadas para plantio comercial por conta de recursos judiciais contra a aprovação, apresentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

O assunto foi então levado ao CNB, que conta com a participação dos ministros de Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende; da Agricultura, Reinhold Stephanes; do Meio Ambiente, Marina Silva; e da Casa Civil, Dilma Rousseff, que preside o conselho.