Brasília – O embaixador japonês Kenzo Oshima, que ocupa a presidência do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), anunciou nesta segunda-feira (9) a indicação do representante sul-coreano Ban Ki-moon para ser o próximo secretário-geral, em substituição a Kofi Annan, a partir de 1º de janeiro de 2007.  

Em nota, a ONU explica que a eleição caberá a seus 192 membros. E que nos próximos dias a presidente da Assembléia Geral, Sheikha Haya Khalifa, do Barein, deverá consultar os grupos regionais a fim de oficializar a escolha e definir uma data para a eleição, a ser decidida por maioria simples.

Ki-moon é ministro sul-coreano das Relações Exteriores e o mandato tem duração de cinco anos. Annan cumpriu dois mandatos e, por meio de seu porta-voz, disse esperar que a Assembléia Geral faça a eleição em breve, para que o novo secretário-geral tenha tempo de preparar a posse. Ele informou ainda que "fará o possível para garantir uma transição tranqüila".

Os quatro últimos secretários-gerais da ONU foram escolhidos por consenso pelos membros da Assembléia Geral.