O curso de Engenharia de Alimentos, da Universidade Estadual de Maringá, foi reconhecido pelo Conselho Estadual de Educação e homologado pelo Governo do Estado, por meio do decreto nº 5.196, publicado no Diário Oficial na última quinta-feira.São ofertadas 40 vagas anuais para o curso.

Em 2004 graduou-se a primeira turma, com 25 formandos. Pelo menos 90% deles já estão empregados ou participando de cursos de pós-graduação, segundo informou o coordenador Lúcio Cardozo Filho.

Com este decreto sobe para cinco o número de graduações reconhecidas, entre os 20 novos cursos implantados a partir de 2000. São eles, além de Engenharia de Alimentos, Ciências Sociais, Filosofia, Estatística e Secretariado Executivo Trilíngüe.

Os cursos de Engenharia Mecânica, Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Produção ? Agroindústria, Engenharia de Produção ? Confecção Industrial, Engenharia de Produção ? Construção Civil e Engenharia de Produção ? Software já receberam visita da comissão do Conselho Estadual de Educação.

O que significa que o reconhecimento pode sair dentro de pouco tempo.Vale destacar que só é dado início ao processo de reconhecimento de um curso no ano de colação da primeira turma.