A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) decidiu ignorar a candidatura da Colômbia e reiterou seu apoio ao Brasil na disputa para a sede da Copa de 2014. Depois de reunião desta quarta-feira (20), em Assunção, no Paraguai, a entidade enviou um documento para a Fifa no qual reafirma considerar a candidatura brasileira como a única do continente.

"Foi resolvido apoiar o Brasil para o ano de 2014, ratificando o que já havia sido votado anteriormente", revelou o vice-presidente da Conmebol, Eugenio Figueredo, lembrando da decisão da entidade tomada no começo deste ano – na ocasião, foi definido que a candidatura brasileira seria única.

Mas, apesar do acordo anterior, a Colômbia resolveu entrar na disputa e se inscreveu na eleição para sede do Mundial de 2014, que será na América do Sul, por conta do rodízio de continentes implantado pela Fifa. O país escolhido deverá ser anunciado em novembro de 2007.

O documento enviada para a Fifa, apoiando exclusivamente o Brasil, contou com a assinatura de todas as Federações filiadas à Conmebol, com exceção da Colômbia, que insiste com sua candidatura apesar da falta de respaldo.

"Quero agradecer mais uma vez a demonstração de unidade mostrada pelos países integrantes da Conmebol. Estamos trabalhando incansavelmente, há mais de dois anos, para que o Brasil seja a sede da Copa de 2014, e para que isso se concretize se torna fundamental esse apoio que acabamos de ver ratificado", afirmou o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. "Resta-nos agora continuar trabalhando para corresponder a todas essas expectativas.