Os pousos e decolagens do Aeroporto Internacional de Congonhas, na zona sul de São Paulo, foram retomados às 16h40. As operações haviam sido suspensas 37 minutos antes, após medição do acúmulo de água na pista principal, segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Durante a chuva, fortes ventos destelharam quatro hangares das empresas Flamingo, Morro Vermelho, Première e TAM no aeroporto. Às 17 horas, a iluminação de Congonhas ainda era mantida por meio de um gerador.