A assessoria da imprensa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) informou hoje que os novos mecanismos de apoio à comercialização de soja já receberam sinal positivo da área jurídica e do Conselho de Administração da estatal. Os mecanismos substituirão o Programa de Opções Privada (Prop) para soja. A expectativa de é que o governo anuncie o novo dispositivo até quarta-feira

Os mecanismos serão oferecidos aos produtores e aos compradores, ou seja, indústria esmagadora e exportadores. O papel do governo na operação será bancar a diferença entre o preço de mercado e o valor máximo estabelecido anteriormente. A idéia básica é pagar uma diferença de R$ 2 a R$ 6 em cada saca de 60 quilos, dependendo da região. O governo criou o Prêmio de Equalização para o Produtor de Soja (Prop) e o Prêmio de Equalização da Soja (Pesoja)

No caso do Pepro, os produtores do Pará, Rondônia e norte do Mato Grosso, levando em conta o preço de exercício de R$ 22 50/saca para estas regiões, caso ele venda a soja por R$ 16,50 irá receber do governo os R$ 6 do prêmio. No Pesoja, a indústria ou trading receberá R$ 6 do governo para comprar a soja por R$ 16,50