Foto por: Damien Meyer

A derrota da Itália para a Eslováquia (3-2), na quinta-feira, que causou a eliminação da Azzurra da Copa do Mundo, representa um “momento amargo para o futebol e o esporte italianos”, declarou nesta sexta-feira o presidente do Comitê Olímpico do país (CONI), Gianni Petrucci.

“A eliminação da Itália na primeira fase (…) representa um momento amargo para o futebol e todo o esporte italiano”, disse Petrucci.

“O resultado foi este, mas minha experiência esportiva me ensinou a evitar fazer julgamentos sumários e analisar as coisas friamente”, disse o dirigente da organização esportiva, antes de afirmar que esperava a equipe nacional e seus dirigentes para abordar tranquilamente o problema.

“Sou realista, estamos do lado oposto ao de quatro anos atrás”, quando a Itália conquistou a Copa do Mundo. “Fomos os primeiros, agora nos eliminaram logo no início”, constatou Petrucci.

“Infelizmente, não estivemos brilhantes neste Mundial. Mas, de qualquer forma, falamos de uma federação que conquistou vários mundiais, proporcionando grandes satisfações para o esporte italiano”, concluiu Gianni Petrucci.

A Itália perdeu na quinta-feira por 3-2 para a Eslováquia, terminando na última posição do grupo F, sem uma vitória, com dois empates e uma derrota.