Brasília ? A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados rejeitou hoje (9) um recurso do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ). Ele pedia que seu julgamento no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar se limitasse às denúncias sobre a existência de compra de votos de parlamentares ? o chamado "mensalão".

No recurso, Jefferson afirma que o Conselho, "contrariando a Constituição e em prejuízo do acusado", pretende ampliar o fato da investigação, isto é, não se limitará apenas à denúncia inicial do processo movido pelo PL contra ele. E argumenta que essa prática não permite nova defesa escrita nem a produção de provas.

O relator do recurso, Darci Coelho (PP-TO), manifestou-se contra o pedido de Jefferson e votou pelo não acolhimento da solicitação. "Em que pesem os argumentos apresentados pelo recorrente, verifica-se que a pretensão ora postulada não pode prosperar", disse o relator.