A Associação do Comércio e Indústria de Santa Felicidade aderiu à Campanha do Agasalho. Organizada pela Prefeitura de Curitiba, através da Fundação de Ação Social (FAS) e do Instituto Pró-Cidadania de Curitiba (IPCC), a campanha foi aberta na última segunda-feira e terá a duração de 45 dias. Empresas, associações e comércio em geral participam da iniciativa funcionando como postos de coleta das doações.

Nesta quarta-feira (25), o caminhão da campanha fez a primeira viagem por Santa Felicidade para recolher os agasalhos arrecadados. O trajeto incluiu a Rua da Cidadania, o Clube Danúbio, o Clube de Mães do Jardim Pinheiros e Planta Santa Helena, e o Restaurante Madalosso.

O presidente da Acisf, Beto Madalosso, presenciou a coleta no restaurante e antecipou a participação de outros comerciantes de Santa Felicidade. "Todos os 90 associados estão recebendo um convite especial para que auxiliem na campanha. Temos certeza de que contaremos com um grande número de adesões", disse Madalosso, que acredita, principalmente, na participação dos 12 restaurantes de grande porte que ficam na avenida Manoel Ribas.

Santa Felicidade recebe cerca de 10 mil pessoas aos domingos. Desse total, 2.500 almoçam no Restaurante Madalosso, o primeiro a confirmar a adesão. "Se apenas uma parte das pessoas que vêm ao Madalosso fizer doações, teremos um volume grande de roupas e agasalhos até o fim da campanha", calcula uma das proprietárias, Flora Madalosso Bertolli.

O restaurante recebeu uma caixa para guardar as doações, um display e cartazes de propaganda da campanha.

Outro que já confirmou sua participação e fez questão de estar presente no primeiro dia de coleta do caminhão em Santa Felicidade foi o presidente do Clube de Pesca, Alcides Danker.

Pontos

A primeira parada do caminhão da Campanha do Agasalho foi na Rua da Cidadania de Santa Felicidade. O administrador regional, Eduardo Fernandes Paim, acompanhou a entrega das doações. "Temos uma boa expectativa com relação à campanha. Aqui a população é bastante solidária", disse Paim. A Regional abrange 14 bairros e uma população de 190 mil pessoas.

A aposentada Lindamir Souza Jacob, 79 anos, que mora no bairro há 45 anos, deixou uma sacola com agasalhos de lã na cesta de arrecadação. "Fico contente por poder ajudar. Ainda vou buscar algumas roupas da minha bisneta para trazer aqui", disse.

Em seguida, o caminhão passou no Clube de Mães do Jardim Pinheiros e Planta Santa Helena, onde moram cerca de 8 mil pessoas. A presidente do Clube, Ivone Castilho, mostrou tudo o que foi arrecadado – blusas de lã, casacos para crianças e adultos, calças, camisetas, meias e sapatos infantis. O Clube é um grande parceiro da Prefeitura em obras sociais e ainda ajuda regularmente 60 famílias da região.

O veículo também fez uma parada no Clube Danúbio, na Manoel Ribas, para recolher as doações, e terminou o trajeto no Restaurante Madalosso.

Doações

A Prefeitura calcula que a Campanha do Agasalho deve arrecadar mais de 100 mil peças. Além do caminhão usado em Santa Felicidade, a FAS e o IPCC também dispõem de uma Kombi para as coletas itinerantes.

Quem quiser colaborar poderá deixar sua doação nas Ruas da Cidadania, em órgãos públicos e diversos outros pontos, já que a Prefeitura firmou parcerias com as principais redes de farmácia, supermercados, bancos e estabelecimentos comerciais, garantindo postos de coleta em toda a cidade. Ou então, basta ligar para o telefone 156, da Prefeitura, e pedir a retirada da doação.