Artesãos de Curitiba e Região Metropolitana participam nesta sexta-feira (14) da primeira fase de seleção do Art Handy, programa internacional que visa apoiar e comercializar a produção artesanal no exterior. Um consultor italiano estará na cidade especialmente para conhecer e avaliar os trabalhos executados pelos 150 artesãos e associações inscritas. O encontro também terá a apresentação dos objetivos do programa feita pela presidente da Fundação Oásis Cidade Aberta (Foca), organização não governamental italiana, Marília Bernardes.

O Art Handy é coordenado pela Foca, com a chancela da Unesco. A execução no Paraná conta com a parceria da Prefeitura de Curitiba – através da Secretaria Municipal de Assuntos Metropolitanos e do Instituto Municipal de Turismo – e da Assomec.

No início de outubro, os artesãos participaram de uma reunião preparatória do Art Handy, quando informaram o tipo de produto que fazem e a matéria-prima que utilizam.

Nesta sexta, eles vão expor seus trabalhos e ouvir do consultor quais são as exigências do mercado exterior, além de informações como possibilidades de comercialização, evolução de design e cooperativismo. Alguns produtos já poderão ser selecionados para participar do programa.

O encontro começa às 13h30, no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal da Educação, na rua Dr. Faivre, 398, ao lado da Reitoria.