O superintendente de Radiofreqüência e Fiscalização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Edílson Ribeiro dos Santos, informou há pouco ao Conselho de Comunicação Social que foram fechadas neste ano 1.883 estações clandestinas de radiodifusão. "Essas rádios predominam em anos de eleições, principalmente as municipais", observou.

Até julho, a Anatel recebeu mais de 4 mil denúncias de rádio funcionando clandestinamente. Santos destacou que 90% das rádios clandestinas já sofreram processo de fiscalização anterior e são reincidentes. "Os casos novos são muito poucos", comentou.