O Conselho Nacional do Esporte anuncia, dentro de 30 dias, projetos de inclusão social por meio do esporte para crianças, jovens e portadores de deficiência em todo o país. Segundo o ministro do Esporte e Turismo, Caio Carvalho, o governo vai destinar recursos para ampliar o atendimento de programas sociais já desenvolvidos por esportistas – como as escolinhas de futebol e vôlei criadas por ex-jogadores. “No momento em que a sociedade está tão preocupada com a segurança, o esporte é um instrumento poderoso para contribuir contra a criminalidade e o uso de drogas”, disse o ministro. O Conselho Nacional do Esporte foi empossado hoje pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, é composto por 18 membros com mandato de dois anos.