A cidade alemã Bad Doberman revogou, formalmente, a cidadania honorária concedida ao ex-ditador nazista Adolf Hitler, colocando um ponto final na polêmica sobre se a honraria de décadas ainda tinha validade. Durante a ditadura nazista na Alemanha, que durou até 1945, mais de quatro mil cidades concederam cidadania honorária a Hitler, que nasceu em território da Áustria.

A câmara de vereadores da cidade votou ontem, por unanimidade, a revogação da cidadania conferida a Hitler em 1932, um ano antes de ele ter sido eleito para comandar a Alemanha, informou o prefeito, Hartmut Polzin. A cidade alegou que semelhante honraria foi cancelada com a morte de Hitler em 1945, mas Polzin disse hoje que a câmara desejava acabar de uma vez por todas com a polêmica.