As fortes chuvas que caíram na madrugada deste sábado (20) no Paraná deixaram centenas de casas destelhadas e provocaram a queda de muros e de algumas casas. Em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, a Defesa Civil iniciou um levantamento nesta manhã para avaliar a dimensão dos prejuízos. Uma casa caiu com cinco pessoas em seu interior, mas ninguém ficou ferido. Um muro de uma igreja no bairro Cruzeiro, um dos mais atingidos, caiu, mas sem deixar vítimas.

Segundo o tenente Eduardo Pinheiro, comandante da Defesa Civil, os cadastros que estão sendo feitos vão indicar o número de pessoas atingidas pelas enxurradas e também o montante de dinheiro que poderá ser liberado pelo município para ajudar as pessoas. Não houve registro de desabrigados e todas as pessoas atingidas, apesar da perda de bens, voltaram para suas casas.

As chuvas também atingiram as cidades de Foz do Iguaçu, Cascavel Apucarana, Arapongas e Medianeira, onde um grupo de presos aproveitou a falta de energia e protestou na delegacia local contra a superlotação. Em Marechal Cândido Rondon, no Oeste, a cidade inteira ficou sem energia elétrica.