Mesmo sem entrar em campo, o Manchester United faturou neste domingo (6) o 16.º título do Campeonato Inglês de sua história. O time foi beneficiado pelo empate entre o Chelsea, seu principal concorrente, com o Arsenal, por 1 a 1, no clássico londrino.

Com a vitória no derby diante do Manchester City, ontem, o United chegou aos 88 pontos. Como o Chelsea foi a 81, faltando dois jogos para o final do campeonato, não pode mais assumir a liderança – chegaria no máximo a 87.

O título nacional serve de consolo para o Manchester, eliminado nas semifinais da Liga dos Campeões com uma contundente derrota por 3 a 0 para o Milan, na última quarta-feira.

O time vermelho ainda pode faturar a Copa da Inglaterra – decide o título justamente contra o Chelsea, no dia 19 de maio, no novo Estádio de Wembley, em Londres.

Em 36 jogos disputados até agora no Inglês, o Manchester obteve 28 vitórias, quatro empates e quatro derrotas – marcou 83 gols e sofreu apenas 26. Seu artilheiro no campeonato é o português Cristiano Ronaldo, com 17 gols, dois a menos que o marfinês Didier Drogba, do Chelsea.

O Arsenal saiu na frente no clássico com um gol de pênalti do brasileiro Gilberto Silva, no final do primeiro tempo. Mas Essien empatou para o Chelsea aos 25 da etapa final.

A nota triste do jogo foi a contusão do brasileiro Denilson, do Arsenal, numa dividida com o português Paulo Ferreira. O volante precisou ser substituído, aos prantos, e está em observação no centro médico do Emirates Stadium.