A chegada do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Salamanca está prevista para as 20 horas (hora local), 15 horas em Brasília. Amanha, Lula assina um convênio com a Tradicional Universidade de Salamanca, para desenvolver as ações do já criado Centro de Estudos e Pesquisas sobre o Brasil.

Um forte esquema de segurança foi montado no centro da cidade de Salamanca, para receber as autoridades que participam da décima-quinta edição da Cúpula Ibero-Americana, de amanhã a sábado.

O secretário geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, e o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, já confirmaram presença no encontro, que deve reunir mais de 20 chefes de Estado e de governo. O presidente do Equador, Alfredo Palácio, cancelou sua viagem por causa da demissão de seu ministro do interior.

O Haiti, que não participa do grupo de países ibero-americanos, será representado por seu primeiro ministro, Gerard Latortue. Uma missão de paz da ONU chefiada pelo Brasil, ainda permanece em território haitiano para manter a ordem no pais.