Foi divulgada há pouco, pela Controladoria-Geral da União (CGU), uma lista com 33 nomes de parlamentares e ex-parlamentares que estariam supostamente envolvidos no esquema de compra superfaturada de ambulâncias por prefeituras com recursos de emendas ao Orçamento. Dentre eles, apenas 14 não haviam sido citados em listas anteriores.

Os nomes deverão ser encaminhados à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Sanguessugas. A lista foi divulgada durante entrevista coletiva com a participação dos ministros da Justiça, Márcio Thomaz Bastos; e do Controle e da Transparência, Jorge Hage.

De acordo com Thomaz Bastos, as investigações do governo federal levam em conta o preceito constitucional de que os suspeitos de irregularidades não podem ser necessariamente considerados culpados até que haja um julgamento.