O prefeito do Rio de Janeiro, César Maia (PFL), confirmou há pouco, o apoio do PFL à candidatura do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), à presidência da República. Segundo Maia, no que depender da sua posição, o PFL não terá um candidato próprio. "Teremos todos os nossos quadros apoiando a candidatura de Alckmin", disse o prefeito após se reunir por mais de duas horas com o governador de São Paulo e assessores.

Maia, no entanto, disse que o partido ainda vai estudar as composições regionais para a formação da aliança com o PSDB. Os dois políticos se reuniram no estádio do futebol do Engenhão, que está sendo construído pela prefeitura do Rio no bairro de Engenho de Dentro, para os jogos panamericanos do ano que vem.

Indagado sobre a sua preferência inicial por José Serra, e se esse fato havia causado algum transtorno ou mesmo uma maior demora por se decidir por apoio à Alckmin, Maia brincou: "Eu agora casei e não vou ficar pensando se poderia ter sido melhor com a ex-namorada". Ainda indagado pelos jornalistas se teria aderido à onda alckminista, o prefeito do Rio só comentou: "Estou me esforçando".