A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sofreu duas derrotas na tarde desta segunda-feira. A pedido do próprio jogador, decidiu desconvocar o atacante Ronaldo dos dois próximos jogos da Seleção pelas Eliminatórias da Copa do Mundo – contra Paraguai e Argentina – e também da Copa das Confederações. De quebra, ainda teve de ceder à pressão dos clubes e autorizou Robinho, Ricardinho e Cicinho a participarem dos jogos de Santos e São Paulo pela Copa Libertadores da América marcados para a próxima quarta-feira. Grafitte foi chamado para a vaga de Ronaldo nos jogos as Eliminatórias. Júlio Baptista foi chamado para a Copa das Confederações – entre 15 e 29 de junho, na Alemanha.

"O Ronaldo alegou problemas particulares que o impedem de se dedicar à Seleção Brasileira no momento. Então a comissão técnica resolveu liberá-lo", explicou o treinador. Ainda sobre a Copa das Confederações, o atacante Ricardo Oliveira, do Bétis-ESP, só se apresentará no dia 12 de junho, em Leverkusen.

A liberação de Robinho, Ricardinho e Cicinho foi uma vitória dos clubes. Eles só deverão iniciar os treinamentos na Granja Comary na tarde de quinta-feira e assim poderão jogar normalmente na quarta à noite. O Santos vai a Curitiba para enfrentar o Atlético-PR, enquanto que o São Paulo recebe o Tigres do México, no Morumbi. Os dois jogos são válidos pelas quartas-de-final da Libertadores. Grafite também se apresenta na quinta.

Os demais jogadores se reúnem nesta terça-feira pela manhã (11h) no Rio de Janeiro e seguem para a Granja Comary, em Teresópolis para o início da preparação. À tarde (16h30), Parreira comanda o primeiro treinamento. A equipe permanece em Teresópolis até sexta-feira, quando viaja para Porto Alegre, local da partida contra o Paraguai (dia 5). No domingo à noite, o time viaja para Buenos Aires onde na quarta-feira enfrenta a Argentina.