A Perdigão, como parte de sua estratégia de atuação no Paraná, está terceirizando atividades consideradas complementares e que não são o foco de seu negócio. Dentro deste processo, hoje começa a operar a fábrica de rações para aves da Cooperativa Agropecuária Castrolanda, de Castro (PR).

Com investimentos de R$ 12 milhões, a fábrica foi construída para atender exclusivamente as necessidades da Perdigão, em Carambeí. A produção inicial será de 15 mil toneladas mensais de ração, mas a previsão é chegar a 20 mil t/mês já em 2004, com possibilidade de duplicação no futuro.

A fábrica está instalada em Piraí do Sul, vizinha a Castro, região de maior concentração de produtores integrados de frangos, que atendem ao complexo industrial da Perdigão, no município de Carambeí. A iniciativa permitirá levar adiante um plano de expansão da unidade de Carambeí e possibilitará aumentar a capacidade atual de abate de 120 mil frangos/dia para até 300 mil frangos/dia.

O processo de produção da ração é vertical e inteiramente automatizado, utilizando-se de uma estrutura metálica de 36 metros de altura. Serão produzidas apenas rações peletizadas, que possibilitarão à empresa mais segurança sob o ponto de vista sanitário.Moderna

Essa unidade de ração, considerada uma das mais modernas do país, faz parte de um complexo da Cooperativa Castrolanda, que inclui galpões para armazenamento e secagem de grãos, além de uma unidade de beneficiamento de cereais.

O objetivo da Perdigão com essa iniciativa é direcionar seus investimentos e esforços para outras áreas estratégicas como novas tecnologias, desenvolvimento de produtos, qualidade, pesquisa e segurança alimentar, entre outros. A medida possíbilitará ainda aprimorar o sistema de logística para os produtores integrados, reduzir custos em transporte e armazenamento, obter ganhos em qualidade e contar com garantia de abastecimento.

No Paraná

A Perdigão iniciou suas atividades industriais no Paraná em 2000, quando adquiriu o Frigorífico Batávia S.A. Atualmente, a empresa conta com 2.677 funcionários no Estado.

Produtos com a marca Perdigão saem de Carambeí para os mercados do Oriente Médio, Extremo Oriente, Europa, além de Rússia, África do Sul, Angola, entre outros.

O Estado do Paraná tem alcançado posição de destaque nos negócios da Perdigão, já que abriga a única unidade da empresa que abate e processa perus.