Foto por: Pierre-Philippe Marcou

O gol que o meia Frank Lampard fez neste domingo e o árbitro uruguaio Jorge Larrionda ignorou foi devidamente considerado nas casas de apostas britânicas, que pagarão a quem apostou que o meia marcaria contra a Alemanha.

A Ladbrokes vai pagar em um rateio de 10 para 1 as apostas em um gol do jogador.

Na Copa de 1966, Geoff Hurst fez o contrário: marcou um gol que a bola não entrou, e criou o nicho de gol fantasma no mundo das apostas, o chamado Geoff Hurst Special Market.

“É um dos nossos produtos mais populares”, declarou um representante da Ladbrokers. “Todo o mundo viu que entrou, menos quem deveria”, acrescenta a casa de apostas, em alusão ao trio de arbitragem.

A Graham Sharpe vai ter que pagar cerca de 100.000 libras (R$ 266 mil) pelas apostas referentes ao gol que poderia ter empatado o jogo, que naquela altura estava em 2-1 e acabou em 4-1 a favor dos alemães.

“Até (o presidente da Fifa) Joseph Blatter sabe que Lampard marcou, e por isso começamos a pagar quem apostou nele”, afirmou William Hill, assessor da casa.