O vice-governador Orlando Pessuti; o secretário da Agricultura, Newton Pohl Ribas, e o secretário nacional da Agricultura Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Valter Bianchini, participaram nesta segunda-feira (12), em Curitiba, do lançamento do cartão telefônico da Brasil Telecom, que traz, no verso, pontos de venda dos produtos da agroindústria familiar do Paraná. Também participou do evento o presidente da empresa no Paraná, Amilcar Piazzeta Marques.

Com uma tiragem de 170 mil exemplares, Amílcar Piazzeta acredita que, como cada unidade é vista, ou usada, em média, 25 vezes, cerca de 3,5 a 4 milhões de pessoas vão tomar conhecimento destes pontos de vendas e provar as delícias do Paraná.

O Programa da Agroindústria Familiar

Fábrica do Agricultor, coordenado pela Secretaria da Agricultura, incentiva a agroindústria familiar. ?Beneficiando os produtos típicos de cada região, mais e mais famílias aumentam sua renda e qualidade de vida?, destacou o secretário Newton Pohl Ribas.

Já o vice-governador Orlando Pessuti disse que a agroindústria familiar está cada vez mais fortalecida no Estado, e os produtos industrializados, cada vez melhor. ?Tenho visitado com freqüência os supermercados, e para minha satisfação vejo cada vez mais os consumidores procurando as gôndolas e levando para casa geléias, conservas, sucos, bolachas e tantas outras delícias produzidas pelo nosso agricultor familiar?, disse Pessuti.

Para o presidente da Brasil Telecom, esta parceria com a Secretaria da Agricultura, pelo segundo ano consecutivo, é bastante gratificante. ?É muito bom ver que o Programa da Agroindústria Familiar traz desenvolvimento para o Estado e proporciona qualidade de vida e renda para as pessoas?, destacou.

Feira Sabores do Paraná

O secretário Newton Pohl Ribas anunciou a edição da 7ª Feira Sabores do Paraná, que será realizada de 12 a 16 de julho, no pavilhão de Exposições do Parque Barigui. Além de 200 quiosques com cerca de três mil itens diferentes, produzidos por 300 agroindústrias do Estado, os visitantes vão encontrar ainda na Feira uma cozinha rural, administrada por duas famílias do interior, que vão oferecer pratos típicos da agricultura familiar. A culinária de outras regiões também vai estar à disposição dos consumidores nas outras nove cozinhas que vão ser instaladas na Feira.

O coordenador da Fábrica do Agricultor, Abdel Naser, explicou que o programa apóia a inclusão social e o desenvolvimento sustentável, integra a agroindústria familiar ao mercado consumidor, divulga os produtos típicos de cada região, e fortalece a economia local e regional.

No final do lançamento, os presentes puderam saborear alguns dos produtos que estarão à venda na Feira.

Convênios assinados

Também foram entregues equipamentos de informática para a Cooperativa Central de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol-Baser). São 22 computadores, 14 impressoras a laser e 14 aparelhos de fax. A iniciativa contou com recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário, no valor de R$ 41,8 mil, e da Secretaria da Agricultura, que somam R$ 9 mil.

Para o presidente da Cresol, Wanderlei Zieger, a assinatura desse convênio mostrou mais uma vez que os governos estadual e federal têm demonstrado como se aplicam os recursos públicos. ?A Cresol não tem do que se queixar do Governo do Paraná ou do Ministério do Desenvolvimento Agrário. A ampliação de crédito e de recursos do Pronaf tem possibilitado para que as cooperativas atuem no Paraná. Hoje são mais de 60 e elas avançam onde os bancos não querem ir. É a inclusão social de milhares de famílias?, destacou Zieger.