Camila Comin resolveu se aposentar da ginástica artística. Integrante da seleção brasileira, ela deixa o esporte aos 23 anos e vai começar uma nova carreira: será artista. Para isso, fez teste e foi aprovada pelo famoso circo canadense Cirque du Soleil, onde deve começar a se apresentar no segundo semestre de 2007.

Foram 18 anos de carreira na ginástica, sendo dez na seleção brasileira. Nesse período, Camila Comin disputou os Jogos Olímpicos de Sydney-2000 e Atenas-2004. E também conseguiu a medalha de bronze por equipes no Pan-Americano de 2003, em Santo Domingo, na República Dominicana.

"Minhas metas, que eu tinha desde quando era criança, já foram concretizadas na ginástica", disse Camila Comin, em entrevista à TV Globo. "O atleta sabe a hora em que tem que parar.

O contrato de Camila Comin com o Cirque du Soleil será assinado em janeiro. Depois disso, ela passará por um período de seis meses de ensaio. "Espero fazer acrobacias. Mas eles não querem uma ginasta, querem uma artista", explicou, ansiosa pela mudança de vida. "O circo já é uma alegria. E também tem os aplausos no final do show.

Ao entrar para o Cirque du Soleil, Camila Comin segue o mesmo caminho de outras duas atletas de destaque no Brasil. As gêmeas Carolina e Isabela de Moraes também viraram artistas, depois de uma carreira de sucesso no nado sincronizado.