secretaria-geral da Mesa da Câmara envia, amanhã, ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), ofício comunicando a perda de eficácia da Medida Provisória nº 252 , conhecida como MP do Bem. Hoje, expira o prazo de 120 dias para tramitação da MP, que reduzia tributos em alguns setores da economia, sem que sua votação tenha sido concluída. Hoje e amanhã, a Câmara não realizará sessões de votação. Não houve acordo em torno do texto da MP e, portanto, as tentativas da Câmara de votar a matéria não surtiram efeito.