A Caixa Econômica Federal vai ampliar para R$ 30 bilhões seu crédito comercial este ano, um aumento de 50% sobre os R$ 20 bilhões registrados em 2003. O presidente da Caixa, Jorge Mattoso, revelou que, incluindo o financiamento à habitação e saneamento, os recursos alcançarão R$ 42 bilhões em 2004.

Ele informou que, no caso das áreas de habitação e saneamento, o crescimento de recursos será de quase 70%. Só para saneamento, os créditos deverão totalizar R$ 2,9 bilhões este ano, contra R$ 1,7 bilhão em 2003, um aumento de quase 80%. Habitação receberá cerca de R$ 8 bilhões este ano, contra R$ 5 bilhões no ano passado, um crescimento de 50%.

Jorge Mattoso ressaltou que o esforço efetuado pela Caixa ?vai na direção do reconhecimento da necessidade do setor público e das instituições financeiras contribuírem para o crescimento econômico. Nós apostamos no crescimento econômico em 2003 e colhemos os frutos disso. Fomos a instituição que mais cresceu no crédito comercial, atingindo 25% no ano passado?.

O presidente da Caixa esclareceu que o montante de R$ 11 bilhões que será destinado às áreas de habitação e saneamento incluirá também infra-estrutura urbana, desde sistema de transporte até drenagem. Outras áreas de infra-estrutura, como energia, são restritas ao BNDES e eventualmente ao Banco do Brasil.