Uma equipe do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal seguirá nessa sexta-feira (13) para a área do acidente do com o Boeing 737-800, da Gol Linhas aéreas, com 3 cães farejadores para auxiliar na busca das vítimas, de acordo com nota divulgada ontem (12) pela Aeronáutica.

Mais de 350 pessoas, entre militares da Força Aérea Brasileira (FAB), do Exército, bombeiros e peritos do Instituto Médico Legal (IML), participam das buscas.

Hoje, 134 homens estiveram diretamente envolvidos nos trabalhos na Fazenda Jarinã e no local da queda. Sessenta pessoas devem passar a noite na selva, ainda segundo o comunicado oficial.

Na noite de hoje, ainda, partes de corpos encontrados serão transportados para Brasília, em uma aeronave C-130 Hércules da FAB.

Os militares envolvidos na busca das vítimas suspenderam a cabine da aeronave com o uso de macacos hidráulicos e colchões pneumáticos, mas nenhuma vítima foi encontrada.

O IML de Brasília identificou na quinta (12) mais seis vítimas do acidente. Elas foram identificadas pela arcada dentária (método antropológico).

Até o momento, o IML recebeu 145 corpos, dos quais 140 foram reconhecidos. Desse total, 125 foram retiradoss do IML pelos familiares. O vôo levava 154 pessoas.