Walter Alves
Os cães estão disponíveis para doação.

O Canil Municipal, comandado pelo Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Curitiba, recolheu na semana passada 50 cachorros que estavam em um terreno baldio, presos a árvores. Eles pertenciam a uma senhora, que por falta de espaço colocou os animais na área ao lado de sua casa, incomodando os vizinhos. Eles fizeram um abaixo assinado para retirar os cães do local. A responsável foi advertida, mas não cumpriu as determinações, o que resultou na captura dos cachorros. Ela tem até o próximo dia 25 para arranjar um local adequado para os animais. Se o prazo não for cumprido, eles vão ficar disponíveis para doações por tempo indeterminado.

Segundo Eric Koblitz, coordenador do centro, a lei determina que o prazo de espera pelo dono é de três dias, mas foi aberta uma exceção nesse caso.

O tempo em que os animais vão ficar disponíveis para doação ainda não foi estipulado. “Nós deixamos o máximo que puder, mas não dá para deixar mais do que um mês por causa da falta de espaço. Se eles não forem doados, vão para o sacrifício”, conta Koblitz. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)