A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou hoje autorização para que o governo federal contrate empréstimo externo de US$ 501,25 milhões destinado ao Programa de Redução dos Custos Logísticos. O empréstimo será concedido pelo Banco Mundial (Bird).

Os recursos poderão ser utilizados "para reembolso de despesas incorridas pelo Ministério dos Transportes com a execução do Programa de Restauração e Manutenção de Rodovias Federais" e também para ações novas na área dos transportes, de acordo com o relatório apresentado pelo senador Waldir Raupp (PMDB-RO).

No relatório, Raupp diz ainda que o objetivo principal é o de "melhorar as condições dos principais corredores rodoviários e fortalecer o gerenciamento da malha rodoviária." Do total de US$ 501,25 milhões, US$ 30 milhões serão destinados à capacitação da Secretaria do Tesouro Nacional, do Ministério dos Transportes, do Departamento Nacional de Infra-estrutura dos Transportes (DNIT) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O empréstimo terá taxa de juros de 6,54% ao ano. A CAE aprovou pedido para que a autorização de empréstimo seja examinada com urgência pelo plenário do Senado.