enkontra.com
Fechar busca

Brasil

Walmart é condenado a pagar R$ 15 mil a cliente “atropelada” por carrinho

Mulher teve o quadril fraturado após o carrinho de outro cliente não se prender na esteira

O Tribunal de Justiça de Goiás condenou o supermercado Walmart a pagar indenização de R$ 15 mil a uma cliente “atropelada” por um carrinho de compras em Goiânia. A decisão aconteceu no último dia 6, mas foi divulgada hoje.

A cliente teve o quadril fraturado após o carrinho de outro cliente não se prender na esteira rolante do supermercado (conforme o procedimento padrão) e ir em sua direção.

A defesa do supermercado alegou que a culpa do acidente era do cliente que não travou o carrinho na esteira e acrescentou que a vítima “não foi capaz de ter o mínimo de zelo a evitar a colisão”.

De acordo com o juiz da 4ª Vara Civil Aureliano Albuquerque Amorim a autora da ação precisou passar por fisioterapia e consultas médicas, alterando sua rotina diária e ocasionando gastos, cabendo, por isso, indenização por danos materiais e morais.

Na decisão, o magistrado afirmou ainda que o acidente aconteceu dentro das dependências do supermercado e que o cliente que estava na posse do carrinho que ocasionou o acidente não pode ser responsabilizado pelo acidente.

“O cliente não tem conhecimentos técnicos em nem é responsável por checar o bloqueio do carrinho na esteira, até porque quando se verifica a não ocorrência do bloqueio o objeto já está na rampa inclinada”, disse.

A decisão ainda cabe recurso. Procurado pela reportagem, o Walmart ainda não havia se pronunciado sobre o caso.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas