O Brasil tem quase nove milhões de pessoas com mais de 50 anos que não sabem ler ou escrever. Sem essas habilidades, a autonomia fica comprometida, reforçando os estereótipos de quem ‘passou da idade’. Para auxiliar nesse momento da vida, o Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam) promove um grupo de alfabetização para adultos e idosos na UBS Jardim Valquíria, zona sul de São Paulo.

As atividades têm o objetivo de estimular a atenção, concentração e a memória dos participantes, e um dos primeiros passos é ensiná-los a escrever o próprio nome.

Os encontros são quinzenais e possuem duração de duas horas cada. Para participar, os interessados podem se inscrever pessoalmente na unidade de saúde.

Com o cadastro feito, a pessoa é avaliada pela equipe, formada por fonoaudióloga, psicólogo e pedagoga, a fim de identificar o nível de leitura e escrita. Depois, o participante recebe materiais individualizados, de acordo com o grau de conhecimento.

Durante as atividades, a fonoaudióloga busca identificar problemas auditivos e dificuldades na oralidade que possam impedir o desenvolvimento do aluno. Metodologias são elaboradas para facilitar o processo de aprendizagem.

O psicólogo, que também está atento a possíveis alterações cognitivas, atua na quebra de crenças disfuncionais e fortalece a autoestima dos participantes.

Já a pedagoga proporciona a alfabetização, com o levantamento dos materiais mais adequados a cada um.

Segundo o planejamento da equipe, a participação no grupo é estimada em um ano, com reavaliação a cada seis meses.

Serviço
Grupo de alfabetização para adultos e idoso
Local: UBS Jardim Valquíria – Avenida Carlos Lacerda, 3093
Telefone: 11 5825-6166
Inscrições: gratuitas e pessoalmente na recepção da unidade